Image Map

Press

Ready? Go. Read! A seleção

`
   Sempre jurei, de pés juntos, que não leria trilogias porque não gostava da ideia de um livro ficar pela metade e só continuar em um próximo. No entanto, aqui estou eu, apaixonada como nunca antes por três livros que não consegui superar mesmo depois de semanas que terminei. 
   Conheça A Seleção, trilogia que teve seu primeiro livro lançado em 2012 e possui contos e diários paralelos. 

Ano: 2012
368 páginas
Editora Seguinte
Autora: Kiera Cass

   Em A Seleção, você descobre que o mundo não é mais o mesmo, que agora os Estados Unidos é chamado de Illéa e existem castas (se não souber o significado de casta, clique aqui). América Singer é uma menina da casta cinco e, como principal, já possui um amor e não quer nada mais do que casar-se com ele e ignorar o fato de Aspen, o dito cujo, ser de uma casta inferior. O problema é que sua família precisa de dinheiro e a mãe dela vê na Seleção uma forma de sobreviver. Tudo que América não quer, porém, é entrar numa competição com outras trinta e quatro moças tendo o coração do príncipe de Illéa como prêmio. E, de quebra, o reino. 

“Sei o que sinto por você. Talvez seja impulsivo da minha parte ter tanta certeza, mas estou certo de que seria feliz com você.”


   Depois que América vai para o castelo e conhece o príncipe, tudo muda. Aspen terminou com ela antes da viagem e a moça acredita que ele não quer mais nada com ela de qualquer forma. Voltar para casa não é uma opção então, uma vez que vê-lo só aumentaria a dor de ter sido rejeitada. E é aí que América e Maxon (aka príncipe mais lindo desse universo) se tornam amigos. E é aí que eles se tornam o número dezessete da minha lista de casais. E é aí que a confusão começa. 

Nós dois nunca fomos apenas amigos. Desde o primeiro momento em que o vi, eu o amei.


   Assim como Jogos Vorazes, A Seleção envolve assuntos como política e rebelião, porém de uma forma mais romantizada. O livro é muito bem escrito; o li em um dia e foi proposital a minha espera de três anos para começar a ler, pois eu não aguentaria ficar um ano sem saber o que aconteceria em Illéa. Kiera, a autora, soube como construir situações e criou personagem que cativam demais, então entendo a repercussão que o livro teve. 

“Espero que encontre uma pessoa sem a qual não possa viver. E desejo que nunca precise saber como é tentar viver sem ela.”


Ano: 2013
360 páginas
Editora Seguinte
Autora: Kiera Cass

   Quando A Seleção termina, você já tem algumas respostas, mas compreende que existe muita água para passar por debaixo da ponte. América sabe o que sente por Maxon, mas também sabe que Aspen está lá no castelo, na guarda, e que ele sempre estará lá para cuidar dela de qualquer forma. Nesse triângulo amoroso, alguém tem que perder, não é?

"Às vezes, sinto que somos um nó complicado demais de desfazer."

   América irrita todo mundo nesse livro. Eu lembro de ter partes em que eu parava de ler e, por cinco minutos, só murmurava coisas desconexas de raiva. Isso tudo de madrugada. Legal. Mas o ponto é que América faz muitas escolhas sem pensar e isso a deixa em desvantagem na competição, sendo que agora sim ela está competindo. Maxon conseguiu seu coração e, honestamente, como não conseguiria? Ele é adorável. 

"As coisas são assim. O céu é azul, o sol é quente, e Aspen ama America para sempre."

   Como falei em todo santo post sobre A Seleção, Maxon é incrível. Ele realmente é, porém em A Elite é que você passa a ver que ele é um príncipe que tem medo e não sabe o que fazer. Ele quer muito viver o momento e aproveitar para conseguir esquecer toda a preocupação, porém ainda sim está assustado. Gostei que a Kiera explorou mais disso nesse segundo livro. Gostei também que o personagem da Marlee, amiga da América, teve mais destaque e, mesmo que muita gente a ame de paixão, nunca vi nela essa amiga maravilhosa que muitos dizem, mas gostei dos caminhos secundários que ela soube mostrar mais em A Elite.

"Mas como decidir entre duas boas opções? Como decidir se qualquer escolha deixaria parte de mim destruída? Me consolei com o pensamento de que ainda tinha tempo. Eu ainda tinha tempo. "


Ano: 2014
352 páginas
Editora Seguinte
Autora: Kiera Cass

   Nesse ano, A Seleção deixou de ser trilogia. Depois de ser anunciado A Herdeira e um livro para o ano que vem que terminaria com a série A Seleção, A Escolha é o último livro que tem como principais Maxon e América e por isso nem me preocupei com esse próximo livro. De qualquer forma, como mencionei, A Escolha é o último livro e o mais aguardado por mim. Mas será que foi o melhor série?

Pode partir meu coração. Mil vezes, se desejar. Sempre foi seu para machucar como quiser… Amarei você até meu último suspiro. Cada batida do meu coração é sua. Não quero morrer sem que você saiba disso.

   Esse terceiro livro teve mais ação por conta dos rebeldes e mais explicações do passado e isso foi bom, porque eu fiquei com medo que algumas dúvidas fossem ficar guardados como segredos porém essa preocupação foi em vão. Mesmo que fosse o mais aguardado, com certeza não foi o melhor livro para mim. Eu tinha um pouco mais de esperança para o final e, mesmo amando de paixão, a magia não foi completamente contemplada porque pareceu que a Kiera estava cansada da história e quis dar um fim de uma vez. Acho que ela poderia ter continuado com Maxon e América, se desejasse, mas não que colocasse um ponto final daquela forma.

"Eu não sabia o que isso significava para nós. Nem se ainda havia um nós com que valesse a pena me preocupar."

   Mesmo que eu não tenha amado o final em cem por cento, estava tão envolvida na leitura que não consigo pensar em nenhum final alternativo. Odiei Maxon em algumas partes, odiei América em outras, porém até agora não compreendo o ódio mortal que sentem do Aspen. Ele foi um personagem muito bom e não entendo como podem pensar errado dele. Quisera eu ter um amigo assim! 

"Naqueles segundos, lamentei tudo o que tinha perdido. Nunca veria você caminhar ao meu lado na igreja; nunca descobriria seu rosto em nossos filhos; nunca veria mechas grisalhas em seus cabelos. Só que, ao mesmo tempo, não me incomodava. Se a minha morte - Ele deu de ombros novamente. - significava a sua vida, como poderia ser algo ruim?"

   Seja como for, A Escolha me deu felicidades, me deixou despedaçada e com certeza eu indicaria o livro para todo mundo. E você, já leu?

   Não tenho palavras para expressar a minha ansiedade para o filme e o próximo e último livro, mas também quero muito que vocês comentem o que acharam, seja da resenha que fiz ou do livro. Perdão que tenha ficado tão longo, porém achei desnecessário fazer posts separados.
14

14 comentários:

  1. Gente, como eu quis bater na América, não só durante "A Elite" como em toda a trilogia! hahahahha
    Li sua resenha esperando encontrar alguma menção de amor e ódio com o Aspen e não achei. Mas pelo menso já sei que o MAxon conquistou seu coração. Eu nem curto muito o Maxon, mas eu simplesmente odeo o Aspen, sério. Ele me dá náuseas até hoje (tem mais de um ano que li a triologia).

    Beijos
    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comentei sim, Babi. Eu não entendo o motivo de você odiar o Aspen; me conte!

      Excluir
  2. Gostei bastante do post, me identifiquei com o que você escreveu em vários momentos! Fui ler A Seleção cheia de expectativas, e acabei gostando, mas não taaaanto quanto achei que fosse gostar. A América acabou me irritando em vários momentos, rs. E eu gostava do Maxon, mas que você falou, não entendo porque odeiam tanto o Aspen, eu gostava dele também, haha. O último livro também não me pareceu tão mágico quanto deveria ser, né... Mas confesso que deu uma vontadezinha de ler A Herdeira.

    Beijos!
    Vestindo o Tédio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a história é muito boa, mas senti que faltou algo mais. Pois é, menina, não entendo esse ódio pelo Aspen; eu gostava dele até.
      Eu ainda não vou ler A Herdeira, mas, se você ler, tu passa aqui e me diz o que achou, tá?

      Excluir
  3. Ando com uma preguiiiça de ler, só que tá todo mundo falando desses livros que quase dá vontade! Gostei que tu colocou as citações, mas acho que essa coleção é pra mim, achei que tem muito açúcar hahaha :( não sou tão romântica pra curtir! beijos<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bessie, vença a preguiça e leia! Juro, acho que mesmo não amando romance, vai gostar.

      Excluir
  4. Não li essa série ainda. Mas gostei, parece boa. Vou anotar aqui
    =]

    beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  5. Esta na minha listinha quero muito ler essa série!
    Blog da Joanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois trate de diminuir a lista e ler esse de uma vez, moça. Sei que não vai se arrepender.

      Excluir
  6. Ganhei A Seleção ano passado, mas achei que seria uma história bem chatinha, que teria aqueles triângulos amorosos bem clichês, então acabei desanimando, mas mês passado ganhei o segundo de aniversário e acabei me interessando pelo livro. Assim como você, eu me apaixonei pelo Maxon. Durante A Elite, eu fiquei meio em dúvida se ainda gostava da America, tinha horas que não entendia porque ela estava fazendo certas coisas, mas era impossível não gostar dela! Li A Escolha esperando um eu te amo do início ao fim, e quando li essa parte, fiquei mega feliz e não me controlei, mandei uns 15 snaps para minha amiga, e claro que ela quis me matar por ter mandado spoiler, mas depois ela acabou fazendo a mesma coisa quando leu hahaha!
    Sobre A Herdeira, eu não gostei muito. Na verdade, não gostei da personagem principal. A história é boa, mas não é tão boa como A Seleção. Não me arrependi de ter comprado, porque realmente queria saber o que aconteceria anos depois, mas não é um livro que me encantou.
    Ah, antes de terminar, tenho que deixar claro que essa resenha está maravilhosa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa coisa de mandar snap surtando é algo que entendo demais. No meu caso, minhas amigas todas já haviam lido e eu não, então deu tudo certo.
      Como não amar o Maxon, né? Acho que essa que é a pergunta certa haha
      Soube que a filha deles é bem estúpida mesmo, mas acho que no próximo livro vai ter uma explicação e tudo mais. Eu ainda não li porque estou esperando o livro seguinte sair, mas soube que será o último da série, então tem de ser bom.
      Muito obrigada, Larissa; fico feliz que tenha gostado.

      Excluir
  7. Oi, Bianca! Tudo bem? Li só a resenha de A Seleção, pois ainda não li os outros dois livros da trilogia inicial. Mas enfim, gostei muito da resenha! Ah e em breve eu vou postar minha opinião sobre o livro lá no blog! ^^

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou animada pela sua resenha, Tony. Como havia dito, não conhecia nenhum menino que tinha lido.

      Excluir

Image Map