Image Map

Press

Ready? Go. Read: Do seu lado

`
Ano: 2012
317 páginas
Editora Novo Conceito
                      
   Eu tenho um bocado de "problemas" com patriotismo exacerbado, na verdade, qualquer tipo já me deixa meio enjoada. Da última vez que eu indiquei um livro de uma autora brasileira, tive retornos bem felizes, comentando que haviam gostado da dica, e que o livro era realmente bom, então vou deixar as MINHAS dificuldades com o Brasil de lado, e indicar o livro "Do Seu Lado", da Fernanda Saads.

— Você acha que foi fácil para mim ouvir você chorar por um cara que nem a merecia? E ficar do seu lado, te dizendo que tudo ia ficar bem, quando, na verdade, queria que vocês dois nunca mais fizessem as pazes — ele explode. — E agora... Agora que eu já coloquei as coisas em ordem de novo, você chega do nada e diz isso tudo... O que você espera? Que eu simplesmente olhe para você e diga "meu amor, vamos casar?" — sua voz está cheia de ironia.

   A história se baseia em Sarah, que fica devastada com o fim do relacionamento com Bruno, e recorre a sessões de terapia. Depois de um tempo, acreditando ter esquecido do ex, ela acaba o reencontrando e é obrigada a passar um certo tempo com ele. Enquanto isso, Igor, seu melhor amigo, está ao seu lado, alertando-a de todo o mal que pode ocorrer, caso ela venha a se envolver com ele outra vez. 
   Clássico.

— Vó… — eu sento ao seu lado.
— Diga, querida.
— Como é amar alguém pela vida toda? — pergunto, baixinho.
Ela olha para cima como se estivesse rememorando. Depois dá um longo suspiro.
— É a melhor sensação que alguém pode ter na vida — ela responde. — É como gostar de comer o pão daquela padaria da esquina e saber que eles nunca vão trocar de padeiro.

   O livro em si, é bom, o problema é que não é nenhuma novidade. Tem partes boas, bem escritas, assim como tem momentos em que você simplesmente quer parar de ler porque sabe sobre o final. Ou acha que sabe. De qualquer forma, cada pessoa que ler tirará suas conclusões, então não cabe a uma mera mortal como eu dizer se o livro é bom ou não. 

-Para com isso! – eu o afasto – Eu idealizei você! Criei uma imagem de um cara perfeito para mim, mas, na verdade, você nunca teve nada dele. Só isso.

   Ao meu ver, não foi tempo perdido, apesar de ser uma história fraca. É o típico livro despretensioso para um fim de tarde. 
0

0 comentários:

Postar um comentário

Image Map