Image Map

Press

Porcaria, a pipoca queimou: Ego

`
Pra quem gostou de: A Fera.
Status: estreiou. 
Indicaria: Sim.

   Eu já disse, em posts anteriores, que tenho um certo problema com filmes franceses, e que Intocáveis mudou essa minha visão. Com "Ego", filme de 2013, eu abri um pouco mais a cabeça para filmes estrangeiros, sendo esse da Suécia. Os diálogos estão longe de serem compreendidos sem a ajuda da legenda para mim, mas é um idioma muito belo. 
   A história fala sobre Sebastian, um homem bonito, rico e que quer ser músico. Em um acidente quase que tosco, ele perde a visão e, depois de muitas ajudantes terem sido colocadas para fora, diante de suas crises, Mia entra em sua vida. Ela não tem pena dele, e o trata o mais normal possível. Em torno disso, o filme se desenrola. Eu já devo ter lido várias histórias derivadas dessa situação, porém gostei da forma com que os diretores trataram essa, em especial. 
   A trilha sonora do filme é ótima, aliás; o que só melhora a situação. Conheci Fast Car, do Tracy Chapman, através dessa narrativa, e hoje é uma das minhas canções favoritas. O legal de prestar atenção na musicalidade do filme é que você acaba descobrindo diversos artistas legais e que não são tão conhecidos assim; e descobrindo novos gostos também.

0

0 comentários:

Postar um comentário

Image Map