Image Map

Press

Porcaria, a pipoca queimou: Histórias Cruzadas

`

Pra quem gostou de: Hairspray.
Status: estreiou. 
Indicaria: Com certeza!

   "The Help" é um dos meus filmes favoritos, definitivamente. Apesar da tradução do título não ter uma relação muito óbvia com a história, é incrível acompanhar e se envolver nesse filme, que venceu alguns prêmios no ano de estreia, e (surprise surprise!) não envolve romance algum. Talvez seja isso que mais tenha me envolvido nesse enredo: um assunto diferente, abordado de uma maneira interessante e inteligente. 
   Skeeter, uma moça branca, deseja ser jornalista, apesar da falta de apoio naquela época, por parte dos seus pais e pela falta de credibilidade. Ela precisa de uma história, algo que prenda as pessoas, mas não quer ser só mais uma na multidão, e, então, o assunto perfeito surge: a luta das empregas negras. 
   O assunto, no começo, não me pareceu muito cativante, ainda mais por se passar nos anos sessenta, porém, ao lembrar que aquilo foi algo verídico, eu acabei percebendo que aquele não seria só mais um filme. "Histórias Cruzadas" muda a percepção das pessoas, por não ser clichê e por ter aquele ar familiar, onde qualquer um pode se identificar. Com um final do qual eu não conseguiria pensar em outro melhor, essa narrativa é uma das melhores, no meu conceito. O ano de estreia foi 2011, nos Estados Unidos, e aqui, obviamente, precisou de uns meses mais para ser lançado, então creio que muitas pessoas podem já ter ouvido falar desse drama, que conta com a atuação de Emma Stone, mas, sendo o filme bom que é, eu creio que vale a pena indicar para aqueles que ainda não olharam esta obra de arte, que, de banal, não tem nada.

0

0 comentários:

Postar um comentário

Image Map