Image Map

Press

Porcaria, a pipoca queimou: Intocáveis

`

Pra quem gostou de: Coach Carter.
Status: estreiou. 
Indicaria: Com certeza!

  Eu não escondo que sou bem preconceituosa quando se trata de filmes franceses. A lista não é grande, então não há muito o que se basear, porém, para falar a verdade, esse filme foi o primeiro que eu adorei de paixão e que fez valer as duas horas sentadas no sofá, quando a nacionalidade é a França.
   A história é sobre um homem rico de Paris, que é tetraplégico, chamado Philippe. O filme retrocede, com relação as primeiras cenas, e então mostra como a amizade entre o negro Driss, que cuidará do aristocrata, e esse senhor sem muita paciência se desenvolveu aos poucos. Driss vem de uma família bagunçada, porém que ele tem a intenção de cuidar, então, ao mesmo tempo que ajuda Philippe, ele fica de olho em seus irmãos. 
   O jovem problemático é bem intrometido, e tenta fazer com que Philippe aproveite a vida, e não se sinta irritado por seu estado. A verdade é que o que tornou o filme tão admirável foi o senso de humor do diretor, cuidando para que as falas ficassem inteligentes, engraçadas, e tivessem um significado também. O contexto todo fez com que eu me apaixonasse por esse filme de uma maneira intensa, fazendo com que eu me emocionasse ao notar que se tratava de uma história real. 
   Com essa narrativa, você pode rir, notar que, às vezes, temos uma ideia formada sobre uma futura situação, só que as realidade pode ser diferente e nos surpreender e rir mais um pouco. Honestamente, eu me emocionei e ri muito, e por isso acho que vale muito a pena mudar seu conceito sobre a cinografia francesa.

6

6 comentários:

  1. Você falando assim de filmes franceses, parece que não é o tipo de pessoa que curte qualquer romance bobinho em filme ou algo do tio. Espera algo mais elaborado.
    O trailer mostra bem o que você falou de emocionar e de fazer rir. Deu vontade de assistir e olha que eu nem sou muito fã de ver filmes.

    Muito bom seu post e a forma como escreveu.

    realidadeilusoriablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, não curto muito o clichê, que não faz você pensar sobre algo maior. Parece que a vida só estará completa se você tiver um cara, sabe? É essa a ideia que esses romances fraquinhos me passam, e eu não gosto disso.
      Fico muito feliz que tenha gostado, e espero que veja o filme mesmo, porque é ótimo.

      Excluir
  2. Concordo com você Bianca, eu acho ridículo essa ideia, como você disse "Parece que a vida estará completa se tiver um cara", acho errado também! Ótimo post!

    Bem, eu sou meio lerda e hoje que fui ver seu comentário na página Parcerias, do meu blog, que bom que gostou! Muito obrigada! Eu ameeeei o seu também, muuuuito lindo! *o* Parabéns! Bisous,
    www.pequenomuffin.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado do post, Lara, e fico mais feliz ainda por ter gostado do blog. Espero que continue acompanhando meu pequeno mundinho :)

      Excluir
  3. Oh me apaixonei, Irei adicionar o filme na minha lista de: Filmes que realmente preciso assistir.
    Muito obrigada pela dica, e amo seu blog <3 s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da dica, espero que você assista, e goste do filme tanto quanto eu :D

      Excluir

Image Map