Image Map

Press

Ready? Go. Read!

`
   Tem dias que a única coisa que eu quero é chegar em casa, fazer um brigadeiro, - a minha dica para o melhor brigadeiro é colocar dois tabletinhos de chocolate ao leite - ler um bom livro, enquanto fico em baixo das cobertas. Mas não qualquer tipo de livro, um bom que faça eu me envolver com a história. Às vezes, até mesmo a história mais clichê que seja, eu aceito; pra notarem o tamanho do desespero. 
E tem 3 coisas mais clichês que Romeu e Julieta, o clássico "menina se apaixona pelo melhor amigo" e o bad boy que conquista a patricinha?
"Star-crossed - Romeu e Julieta"
Famílias opostas, que tem um ódio mortal. Bem, supostamente deveria ter esse tal "ódio mortal", porém uma peça escolar pode mudar tudo, não pode? Os filhos adolescentes começam a sentir coisas um pelo outro e eu poderia me arriscar dizendo que essa história de proibido, perigoso, só melhora as coisas. Como diria aquela música da banda Strike, escondido é bem melhor, perigoso é divertido. 
"Love Struck - Os Sonhos Das Noites De Verão Às Vezes Se Realizam"
Ok, esse é o ponto alto do bom e velho clichê da amizade entre menino e menina; ele começa a namorar e é aí que ela nota as porcarias dos sintomas do amor. 
Ps.: Se quer uma dica, não faça isso nunca. 
"Química Perfeita"
E por último, porém não menos clichê e legal, vamos à patricinha loira e bonitona e o carinha gato e bad boy. Por mim eu já posso dizer, bad boys seduzem, e as tatuagens dele são tão... Senhor, amado, abençoa (oi, Malik!). Mas a história é bem contada, e varia entre o ponto de vista dela, e o ponto de vista dele, o que é bem legal. Parceiros de química, aparentemente de mundos opostos, podem se dar bem; é só encontrarem o ponto de equilíbrio entre as diferenças, e as coisas que os fazem se apaixonar.
0

0 comentários:

Postar um comentário

Image Map