Image Map

Press

A

`
   Se me perguntarem como aconteceu e não vou saber explicar. Talvez tenha sido os bom-dias com aquela bebida tipo achocolatado, só que com café, chamado "Wake" ou algo assim. Talvez tenha sido as idiotices que foram ditas à uma idiota dramática de bom coração; ou quem sabe foi a vontade de ter alguém com a intensidade da amizade que você me mostrou que poderia existir. Posso me arriscar a dizer que descobri que te amava quando eu pedi, no meio da madrugada, que você não permitisse que ninguém me machucasse mais. E você o prometeu. Prometeu de mindinho. E você sabe, A, que promessas de mindinho são eternizadas, certo?!
   E, então, entre risadas, piadas maliciosas, abraços sem nenhuma razão, chocolates, brigadeiros e confissões, nos vimos presas nessa relação. Mas, dessa vez, era um preso bom. Uma forma de estar presa com a felicidade, porque você me proporciona felicidade todo dia, e eu espero que você saiba disso. Espero que entenda que eu sinto muito por não ter sido aquela garota especial que ia estar lá para não te deixar sozinha no ensino fundamental; eu fui só mais uma idiota na multidão que não ficou com você quando precisava. Espero que hoje eu possa ser um pouco especial, quem sabe. Também espero que continue aqui, lendo minhas burrices, meus desabafos, minhas cartas apaixonadas quando eu estiver longe. E não é como se eu pudesse ser um unicórnios mágico e poder fazer você sentir minha presença, porque sabe, eu não posso. 
   Eu não posso te prometer que nossos sentimentos serão os mesmos. Não posso prometer que você não vai encontrar alguém melhor que eu por aí, porque você sabe, sem a minha ilustre presença para te lembrar todos os dias das loucuras ditas e pensadas... eu não sei; você pode se esquecer de mim, de me amar. Também não posso prometer que vou voltar sendo a mesma, não posso nem prometer que quando eu voltar, vou continuar vendo como a retardada da minha amiga. Talvez você esteja em uma boa faculdade, talvez esqueça da paixão por escrever, talvez se esqueça dos vinte e nove centímetros da régua - vinte e nove e nove centímetro, né?! 
   Dentre o que eu não posso cumprir ou prometer, há coisas das quais eu farei questão de permanecer. Como a Hope, as histórias, as ilusões, as idiotices das madrugadas, as ilusões de novo... tudo que fez parte de mim. Parte da melhor pessoa que eu poderia querer ser. Não é pra sempre, sejamos realistas, nada é pra sempre; mas é tão bom que vai durar até meu último suspiro de vida. Isso basta pra mim, e sei que basta pra você também.
1

1 comentários:

  1. lágrimas eu amei isso sua linda, eu te amo tanto tanto tanto, que você não imagina. If i let you know, i'm here for you, maybe you'll love yourself like i love you.

    ResponderExcluir

Image Map